Conheça a raça: Labrador

Agitação, energia e MUITO amor!

labrador rayka giovanna frugis

Oi, gente!

O post de hoje é sobre um assunto que eu AMO: cachorros!
Eu tenho duas, a Rayka e a Cajá, ambas são da raça labrador e falo de boca cheia: é a melhor raça do MUNDO. Cachorros em geral são amorosos demais, supercompanheiros e divertidos. Mas, labradores são muito inteligentes, participativos e especialmente brincalhões (além de atrapalhados, é claro)…

Infelizmente, a Cajá nos deixou no comecinho deste mês de agosto e, agora, só a Raykinha está conosco – no físico, porque no coração a Cajazinha sempre estará aqui <3 Ela viveu 17 anos ao nosso lado (sim, 17 anos!!!!). A Rayka fará 6 anos em outubro. Então, acho que posso dizer com certa tranquilidade que temos bastante experiência com a raça e sabemos dizer alguns detalhes sobre temperamento, estilo de rotina e tudo mais.

Porte

Bem, labradores são cachorros de porte grande. A Cajá sempre variou entre 22 e 27 kgs. Já a Rayka varia entre 39 e 43 kg, mais ou menos – pois é, ela é GIGANTE, mas é fora da curva hahahaha, tem porte de macho, não me pergunte o porquê.

Comida

Labradores AMAM comer. É só você aparecer com qualquer coisa de comer na mão que parece que eles não comem há três dias… fazem aquela cara de dó que você se sente até culpado depois se não der um pouquinho para eles. Além disso, são absolutamente desesperados durante suas refeições – não existe aquela história de deixar a comida no pote e eles vão comendo conforme a fome aparece. Seja qual for a quantidade que você colocar, eles vão comer de uma vez.

Aliás, teve um dia que a Rayka conseguiu abrir o pacote de ração dela e ela comeu MUITO, diria que uns 3 kgs de uma vez – claro que passou mal… 

Então, prepare-se para investir bastante em ração e frutinhas por mês! Para se ter uma ideia, a ração da Cajá durava em torno de 45 dias (um pacote de 15 kgs). Para a Rayka, o mesmo pacote dura uns 28 dias, em média – é que ela é maior mesmo… Mas isso hoje, que ela come menos. Até uns dois ou três anos de idade, 15 kgs de ração para a Rayka durava no máximo 20 dias.

Pacote completo

Além disso, labradores costumam ter problemas como displasia muscular (principalmente no quadril e patas traseiras), então é preciso se dedicar para evitar esse problema. Ou seja, fortalecimento muscular sempre, dieta balanceada, suplementação de vitaminas e passeios regulares (quase todos os dias, quando não todos os dias) fazem parte do pacote.

Passeios

Meu melhor conselho é: prepare-se para andar. A Rayka anda, em média, 1 hora por passeio. E andaria bem mais! Quem não aguenta é a gente, hahahaha. Dar uma voltinha no quarteirão não funciona, nesse caso. A Cajá só foi dessas de “dar uma voltinha rápida” depois dos 14, ou 15 anos de idade. Antes disso, andava bastante também.

Parceiros e brincalhões

A Rayka pode ter a casa toda para correr, o terraço para tomar sol e brincar, não importa. Se ela puder e nós deixarmos, ela fica o dia TO-DO ao nosso lado. No entanto, isso não significa tranquilidade, ok? O mundo ideal para ela seria estar ao nosso lado e sempre brincando, rs.

Então, é mais ou menos assim que funciona: energia de sobra, amor de sobra ainda mais, companheirismo então nem se fala…

Pelos

Outra coisa que influencia bastante na rotina, também, é a queda de pelos. Cajá era uma labradora de pelos curtos. Já a Rayka é uma labradora com pelos mais longos. Vale dizer que a Rayka solta MUITO pelo – mas muito mesmo, mesmo mesmo! Varremos a casa umas cinco vezes por dia e sempre enchemos a pá. Isso em dias normais! Se alguém fica brincando com ela, então, aí o número de varridas dobra.

Cajá soltava menos pelos. Não sei se isso é característico dos pelos curtos, enfim… Então, ou a vassoura vira sua melhor amiga, ou você desapega completamente desse assunto, hahahaha. Vai de você! A gente está no meio termo, não ligamos muito, mas também não deixamos a casa parecendo uma peruca.

Bebês e crianças 

Esse é um fator interessante. Labradores são incríveis com crianças, até com bebês. Mas, preciso fazer algumas ressalvas. Quando alguém chega em casa, ou logo pela manhã quando acorda, a Rayka, por exemplo, fica MUITO (mas muito MESMO) eufórica.

Ela não se controla de felicidade – pula, corre, brinca, late, quer fazer festa sempre. Depois de 15 minutos, isso passa e ela fica bem mais tranquila. Mas, durante esse tempinho, é preciso ficar bem atento com bebezinhos e crianças menores. Porque ela é muito grande (assim como outros cachorros da mesma raça), e uma brincadeira dela poderia machucar.

Mas, depois disso, quando ela se acalma, vixi maria. Pode soltar o bebê que for ao lado dela que tudo que ele vai ganhar são lambeijos e brinquedinhos que ela vai oferecer para brincar junto. E o bebê pode puxar orelha, montar em cima, o que for, ela vai amar.

Os meus sobrinhos, por exemplo (tenho o Samuel, de 4 anos, e a Rebeca, de 1 ano e meio) convivem com ela desde que nasceram (literalmente desde o primeiro dia) e nunca tivemos qualquer problema. Como eu disse, é só ficar atento nesses momentos de euforia que, depois, é só aproveitar.

Agora que o Kauê está chegando, vamos nos mudar para um apartamento (vai ter diário da reforma e da decoração por aqui!) e Rayka vai conosco. Estou tranquila quanto a isso. Tenho CERTEZA de que eles vão ser muito parceiros.

Personalidade

Como disse, labradores são bem ativos, muito parceiros e amorosos. Por isso, não tenha um caso você queira um dog desapegado e que não precise de tanta atenção. Labradores são inteligentes (não à toa são cães-guia!), são amorosos, se dão bem com pessoas de qualquer idade (de bebês a idosos) e estão ao seu lado independente de QUALQUER COISA. Em troca de tudo isso, só querem amor, carinho e uns petiscos aqui e ali, hahaha…

No mais, acho que é isso… Se tiverem alguma dúvida, só deixar nos comentários 🙂

Beijos,

Gi

Tô por aqui também:
Insta: @gifrugis
Face: Facebook.com/gifrugis
Twitter: @gi_frugis